| Eagora

Sign In

As novas mídias e o ensino no Brasil: os primeiros passos das narrativas transmídias no Ensino Médio

Português


Main author information

Kelly Alves Coelho (Brazil)
Universidade Sagrado Coração (Brazil) 2189
Residente em São Paulo, Brasil, 33 anos, possui graduação em Letras; Mestre Internacional pela Universidad Nacional de Rosário, Argentina, em Educação e Literatura; e especialista em Língua Portuguesa e Literatura pela Universidade Sagrado Coração. Detém formação complementar com extensão intensiva pela UNICAMP em Literatura Contemporânea e Realismo e suas perspectivas pela USP. Atualmente, é professora de Literatura e Produção de textos - Instituição de Ensino Colégio Amorim. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura, atuando principalmente no seguinte tema: Linguagem, Texto, Gramática, Gênero, Literatura. 
Scientific production

Event
GKA EDU 2022:     12th International Conference on Education and Learning
06/30/2022

Keywords
Ensino Médio; Educação; Transmídias; Convergência; Cultura

Abstract

A educação básica no Brasil acontece por etapas; educação infantil (EFAI), ensino fundamental I, II (EFAF) e o ensino médio (LIBÂNEO, 2006), todas devem ser pautadas pela prática social, que está inter-relacionada com o contexto sociocultural e as interpretações pedagógicas consideradas efetivas nos últimos anos, tal complexidade envolve um sistema acadêmico de diferentes temas que transpassam o currículo comum e suas disciplinas para encontrar sentido prático da teoria que deixa de ser pensada de forma separada. Toda essa praticidade está diretamente relacionada as mídias uma vez que a tecnologia serve ao propósito de unificar e facilitar a pluralidade temática do processo de ensino. A educação parte da interação comunicativa, e a tecnologia favorece o protagonismo do educando através de relações próximas com sua realidade. Com o advento das interfaces digitais, um paradigma tecnológico é criado na educação. Como acompanhar mudanças tão rápidas e significativas e transformá-las em aprendizagem no cotidiano escolar? A cultura de convergência parte do pressuposto do processo cultural de construção da informação por meio da produção coletiva de significados (JENKINS, 2010), ou seja, o fluxo de múltiplas plataformas conectado com as experiências individuais gera nos consumidores a busca pelos conteúdos para fins de acepção e identidade. As narrativas transmídias, histórias atreladas e distribuídas em diferentes mídias, são frutos dessas convergências, pois ultrapassam os limites do meio de comunicação por manter como princípio as interações sociais desses consumidores: transpor isso para o processo educacional permite criar estratégias para que o desenvolvimento pedagógico por diferentes mídias seja efetivo na vida escolar, visto que a transformação educacional deve ser pautada na inteligência coletiva (colaboração, compartilhamento e esforços de diferentes grupos da comunidade escolar).