Sign In

Identifier

Event

Language

Presentation type

Topic it belongs to

Subtopic it belongs to

Title of the presentation (use both uppercase and lowercase letters)

Presentation abstract

A partir de 2010, depois do terremoto que devastou o Haiti, por volta de 80 mil haitianos foram para o Brasil -país que, naquele momento, se destacava econômica e politicamente.  Em 2016 - contexto de crise política e econômica no contexto brasileiro - o número de haitianos entrando no Brasil diminuiu e aumentou cada vez mais o número de haitianos deixando o país (estima-se 20 mil ), tendo dois destinos importantes: o Chile e o México para entrar nos Estados Unidos. Com a política de fechamento de fronteira dos Estados Unidos, muitos haitianos não puderam entrar em terras norte-americanas, e iniciaram suas vidas em cidades de fronteira, sobretudo Tijuana. Essa contextualização num nível macro esconde redes de relações sociais que vão tecendo os chamados fluxos migratórios tornando possível a migração. O presente texto tem como foco estudar as redes de afetos e ajuda que atravessam as trajetórias migratórias de haitianos vivendo, atualmente, em Tijuana, México. Para isso, venho realizando um trabalho etnográfico na cidade de Tijuana, com entrevistas e análises de materiais pessoais, jornalísticos e documentos estatísticos e migratórios. A análise aqui proposta é tributária da agenda dos estudos de gênero os quais têm demonstrado, através de pesquisas atentas para os deslocamentos populacionais transnacionais, como redes de afetos e ajuda são centrais nos processos de mobilidades.

Long abstract of your presentation

Keywords (use both uppercase and lowercase letters)

Main author information

Domila do Prado Pazzini 1049
Scientific production

Co-authors information

Status:

Approved